Festa das Mães – vespertino

Amor igual ao teu, eu nunca mais terei
Amor que eu nunca vi igual, que eu nunca mais verei
Amor que não se pede, amor que não se mede
Que não se repete.